Como começar a investir: Dicas para começar do jeito certo!

0
219

Começar a investir é sempre um momento muito bacana na vida de qualquer pessoa. Primeiro você planta para depois colher os frutos do seu esforço. Com os investimentos isso acontece de maneira muito fluida ao longo dos anos, desde que você saiba como começar a investir com segurança e solidez.

Porém, para começar é importante ter alguns conhecimentos prévios que vão impedir você de cometer erros que poderiam fazê-lo desistir dessa jornada. Veja neste post como começar a investir do jeito certo. Acompanhe!

Como começar a investir
Como começar a investir: Dicas para quem quer começar do jeito certo | Imagem: Freepik.com

Como começar a fazer investimentos?

Para começar a fazer investimentos de maneira correta e com a possibilidade de conseguir retornos sólidos, é preciso se planejar. Você deve verificar como está a sua situação financeira, pois dessa forma será possível definir quais investimentos tem mais a ver com o seu perfil, para então começar a investir.

Não ter dívidas que acumulam juros ao longo do tempo é uma forma inteligente de começar a fazer os primeiros investimentos.

Muitas vezes as pessoas acabam querendo começar a investir rapidamente e esquecem que os rendimentos vão ser menores que os juros de seus financiamentos, por exemplo.

Outra questão importante para começar a investir, é definir o seu perfil de investidor. Todos temos uma personalidade na vida e isso se reflete na relação com o nosso dinheiro. Por isso, por mais que você seja uma pessoa que gosta de tomar riscos em outras áreas da vida, isso não quer dizer que você deve apostar em investimentos arriscados.

Tente entender o quanto você pode investir nesse momento e qual o grau de risco que você deseja correr. Às vezes vale a pena perder um pouco de dinheiro no começo se isso servir para aprender como funciona o mercado. Ao entender o funcionamento, é possível começar a fazer investimentos com um aporte maior.

Os perfis de investidor podem ser classificados em arrojado, moderado ou conservador. Veja um pouco mais sobre eles.

Arrojado

O investidor arrojado é aquele que não tem medo de tomar riscos quando os resultados são possíveis. Quanto maior o risco, maior a rentabilidade no mundo dos investimentos.

Se você se identifica com esse perfil, provavelmente o mais indicado é que você tenha uma carteira de investimentos de renda variável, como ações, por exemplo.

Moderado

O investidor moderado é aquele que tem um perfil um pouco agressivo mas que ao mesmo tempo não gosta de tomar grandes riscos com os investimentos. Ele acha boas oportunidades e investe nelas, mas tem uma característica um pouco mais contida e gosta muito de diversificar os investimentos. Em uma carteira, ele normalmente prefere ter produtos de renda variável e renda fixa ao mesmo tempo.

Conservador

Por fim, o investidor com o perfil mais conservador é aquele que preza muito o seu dinheiro e não aceita perder praticamente nada. Ele tem um estilo muito contido quando o assunto é tomar riscos e prefere agir pelo seguro mesmo que isso acabe trazendo menos rentabilidade a longo prazo. Em sua carteira, normalmente os produtos de renda fixa são encontrados de forma majoritária.

Depois que você se planejar de maneira adequada, é preciso que você decida como vai fazer a logística dos seus investimentos, ou seja, a parte prática. O mais recomendado é que você conte com uma plataforma ou corretora de investimentos para ajudá-lo. 

As grandes corretoras no Brasil podem ser encontradas online, o que é uma grande vantagem, pois isso faz com que você controle e faça seus investimentos a partir do seu próprio smartphone. 

Feito isso, você já pode começar a estudar mais sobre o assunto e começar a investir!

Vantagens de começar cedo

Agora que você já sabe como iniciar no mundo dos investimentos, deve saber que começar cedo SEMPRE é a melhor opção. Quando começamos cedo, temos muito mais tempo para colher os frutos dos investimentos.

Uma pessoa que começa a investir pouco dinheiro desde os 20 ou 30 anos consegue ter rendimentos muito maiores do que os de quem começa a investir mais tarde, mesmo que com um valor razoavelmente maior. 

Uma pessoa que começa a investir R$2.000,00 por mês com uma taxa média de 0,6% ao mês aos 35 anos, terá cerca de 800 mil reais quando completar 50 anos. Parece bom, certo?

Porém, uma pessoa que começa a investir R$1000,00 por mês com uma taxa média de 0,6% ao mês aos 20 anos, terá cerca de dois milhões de reais quando completar 50 anos.

É exatamente por isso que é muito importante começar cedo. O montante que você puder colocar não é tão relevante, especialmente se você aumentar o valor mensal investido ao longo dos anos.

Começar cedo é importante porque você pode iniciar os seus investimentos com pouco valor, além de aprender com seus próprios erros e com a prática. O mais interessante é começar com opções mais seguras e depois expandir o seu leque de possibilidades para investimentos mais arriscados e rentáveis.

Lembre-se: o importante é começar!

Considerações finais

Agora que você já sabe como começar a investir, comece a pesquisar e entender melhor sobre o mercado financeiro. O início pode ser mais complicado e você pode ter muitas dúvidas, mas não se preocupe, na internet você consegue buscar informações, em sites confiáveis, para começar com segurança. Boa sorte!

Perguntas frequentes

Veja agora as perguntas mais frequentes sobre o mundo dos investimentos e sobre como começar.

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here